terça-feira, 16 de junho de 2009

Nutrição e Doenças Cardiovasculares

Que doenças cardiovasculares a nutrição pode prevenir?

As doenças cardiovasculares constituem a maior causa de morte nos países desenvolvidos e em desenvolvimento. A nutrição através de uma alimentação saudável desempenha um papel fundamental para a prevenção das doenças cardiovasculares, tais como doença arterial coronariana, hipertensão, aterosclerose, dislipidemias.

Por que controlar o colesterol?

O colesterol é um tipo de gordura produzida no fígado e associada com certas proteínas, as chamadas lipoproteínas. O resultado da associação com certas lipoproteínas forma diferentes tipos de colesterol: o HDL (lipoproteína de alta densidade), o bom colesterol, e o LDL (lipoproteína de baixa densidade), o mau colesterol, que são as mais importantes.
O LDL, quando em excesso no sangue, pode formar placas de gordura conhecidas como “ateroma”. Essa gordura se deposita nas paredes das artérias, provocando uma obstrução nas artérias – aterosclerose – responsável pelo infarto e pelo acidente vascular cerebral.

O HDL, o bom colesterol, ajuda a retirar o mau colesterol, evitando a obstrução das artérias, por isso é necessário sempre estar com as taxas de colesterol e suas frações dentro da normalidade.
O colesterol está presente em alguns alimentos, principalmente nos de origem animal.

Por que ácidos graxos, nutrientes e fibras fazem bem ao coração?

Os ácidos graxos (lipídios) desempenham um importante papel na nutrição. Eles são classificados em:

Ácidos graxos saturados, que provêm dos produtos de origem animal (carnes vermelhas, laticínios integrais e derivados, óleos de coco, cacau e palmeira);

Ácidos graxos poliinsaturados:
a. ácidos graxos ômega-3 (peixes gordos de águas frias, sementes e óleo de canola, sementes e óleo de linhaça);
b. ácidos graxos ômega-6 (óleos vegetais de milho, girassol, soja);
c. ácido alfa-linolênico, cujo alto teor é encontrado na semente de linhaça.

Ácidos graxos monoinsaturados (azeitonas, óleo de oliva, algodão, milho, canola).

A outra classe de ácido graxo é o trans, derivado da hidrogenação vegetal [margarina dura], encontrado em produtos de supermercados, como batata frita, biscoitos amanteigados, salgados, doces etc. Os ácidos graxos ômega-3, que têm ação benéfica na saúde cardiovascular por redução dos níveis de colesterol, exercem um papel importante em várias funções biológicas do organismo humano.

As fibras não são nutrientes, são uma fração dos alimentos (grãos integrais, grãos, vegetais e frutas), passam quase intactas pelo trato intestinal, são fermentadas no intestino grosso pela flora bacteriana e eliminadas pelas fezes.

Há dois tipos de fibras:
Solúveis em líquidos: formam um gel que se liga ao colesterol e aos ácidos biliares no intestino e os elimina do corpo. Alimentos ricos em fibras solúveis: leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico), vários farelos (aveia, arroz, cevada, granola), polpa de frutas (maçã, banana, laranja), hortaliças e legumes.

Insolúveis: não se dissolvem na água, absorvem água, incham e aceleram o trânsito intestinal, não são digeridas. Alimentos ricos em fibras insolúveis: farelos de cereais, grãos integrais, nozes, amendoim, amêndoa, frutas em geral e folhosos.

Dentre os benefícios das fibras, contribuem para a redução dos níveis de colesterol sanguíneo e aceleram a motilidade intestinal.

Que tipos de alimentos devem ser consumidos para se ter um coração saudável?

Uma alimentação saudável é composta de frutas, verduras, leguminosas, cereais integrais e de alimentos com baixo teor de gorduras, maior consumo de pescados, baixo consumo de açúcares e de sal.

Recomenda-se que se utilize as quantidades alimentares que compõem a pirâmide alimentar proposta no guia alimentar do Ministério da Saúde (www.saude.gov.br).

Grupo 1: Cereais, pães, raízes e tubérculos: 6 porções ao dia
Grupo 2: Hortaliças e legumes: 3 porções ao dia
Grupo 3: Frutas: 3 porções ao dia
Grupo 4: Leite, queijos e iogurtes: 1 porção ao dia
Grupo 5: Carnes, pescados e ovos: 1 porção ao dia
Grupo 6: Leguminosas: 1 porção ao dia
Grupo 7: Óleos e gorduras: 1 porção ao dia
Grupo 8: Açúcares e doces: no máximo 1 porção ao dia

Escolher alimentos adequados é proporcionar a você e à sua família uma alimentação saudável.

Quais são os alimentos tidos como “prejudiciais” à saúde do coração?

Dentre os alimentos prejudiciais à saúde do coração, podemos citar: embutidos, carnes vermelhas gordas, laticínios e derivados, alimentos que contenham as gorduras trans, como biscoitos amanteigados, doces, batata frita em pacotes e fast-food, bolos prontos, bolachas cream-cracker, salgadinhos em pacotes.
As informações nutricionais estão nos rótulos alimentares. Leia-os com cuidado para saber o que está comendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário